Cineclube Pólis: O petróleo tem que ser nosso – última fronteira

convite_cineclube-16-09-2009-copydia 16 de setembro (quarta-feira) às 19h00


Debate com o diretor Peter Cordenonsi após a exibição

Assista ao trailler do documentário blog do Cineclube Pólis

Com a descoberta de imensas reservas de petróleo no pré-sal pela Petrobrás, o Brasil se vê diante de novas encruzilhadas: o atrelamento indefinido a um combustível fóssil que alimenta uma civilização insustentável ao invés do desenvolvimento de novas fontes de energia limpa, a necessidade do reforço militar para enfrentar a crescente cobiça internacional, além das não menos tensas disputas internas pelas riquezas monetárias geradas pela extração que estão sendo estimadas em trilhões de reais, suficientes para suprir as demandas do país em educação, saúde, moradia, alimentação e infra-estrutura. Qual o caminho que o Brasil vai tomar? Com a palavra: geólogos, engenheiros, economistas, sindicalistas, políticos, intelectuais e o povo. O documentário faz parte de uma campanha popular para a nacionalização das reservas.

O PETRÓLEO TEM QUE SER NOSSO – ÚLTIMA FRONTEIRA” é um filme produzido pelo Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) e pela Associação de Engenheiros da Petrobras (Aepet), dirigido por Peter Cordenonsi. Apresenta-se como uma peça importante na popularização da Campanha “O petróleo tem que ser nosso”, que reúne dezenas de entidades dos movimentos sindical, social e estudantil, dentre os quais o MST e a UNE.

Os depoimentos incluem desde o governador do Paraná Roberto Requião (PMDB), do senador Aluísio Mercadante (PT), os deputados Chico Alencar (PSOL) e Brizola Neto (PDT), Maurício Azêdo, Presidente da ABI, João Pedro Stédile (MST), Brigadeiro Sérgio Ferolla, ex-diretor do comandante da Escola Superior de Guerra e ex-presidente do STM (Superior Tribunal Militar). Também Dom Dimas Lara Barbosa, bispo auxiliar do Rio de Janeiro e secretário-geral da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB), os professores Ildo Sauer e Carlos Lessa, César Benjamin, Ivan Pinheiro e o ator Paulo Betti, dentre outros que foram escolhidos para dar uma dimensão da diversidade de ideologias e interesses que compõem o elenco dos apoiadores da Campanha “O petróleo tem que ser nosso”.

Endereço Cineclube Pólis

RUA ARAÚJO, 124, CENTRO
ESQUINA COM A GAL. JARDIM, PRÓXIMO AO METRÔ REPÚBLICA
VER NO MAPA


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: