Spirulina em Spathódea

Uma palhaça se mostra devagar. Ela traz uma bagagem. Aos poucos revela seus segredos, seus brinquedos, seu mundo peculiar. Convida a plateia a participar desse mundo, incluindo-a na sua lógica pessoal. Mostra a que veio. Fala de morte, vida, morte-vida, desejos, ardis, superações. É funeral. É renascimento. Solo de Silvia Leblon. Direção: Ricardo Puccetti (Lume Teatro). Música original: Clerouak. Deck do Jardim

O QUE: Spirulina em Spathódea

QUANDO: 27/03, sábado

QUE HORAS: às 19h

ONDE: SESC Santana

QUANTO: Grátis

Fonte: site do Sesc

Sobre a Silvia Leblon:

Silvia Leblon,atriz com experiência em teatro, televisão, cinema e publicidade, iniciou o estudo do clown no LUME – Núcleo de Pesquisas Teatrais da Unicamp, com Carlos Simioni e Ricardo Puccetti em 1995; estudou com Philippe Gaulier , Ângela de Castro , Sue Morrison , fez aulas com Cristiane Paoli Quito , Thierry Tremouroux , Leo Bassi e Leris Colombaioni. Coordenou desde 1999 o projeto Tem Palhaço no Parque, organizando Saídas de Palhaços e oficinas, no Parque da Água Branca, em São Paulo, para o qual contou com o patrocínio do DFC – Secretaria de Estado da Cultura em 99, 2000 e 2003. Ajudou a fundar em 2000 o Galpão Raso da Catarina, ao lado de Alessandro Azevedo (o Charles) e Rhena de Faria (a Blanche), com quem desenvolveu a dupla Blanche&Spirulina. Dirigiu A Bruxa Zelda e os 80 Docinhos em 1995, já utilizando a linguagem do clown, em espetáculo infantil baseado no livro de Eva Furnari; e dirigiu Devidas Pílulas – um Show de Palhaços, com os alunos da ECA-USP em 2001. Seu mais recente trabalho como atriz foi no filme de longa metragem Narradores de Javé, com direção de Eliane Caffé. Os trabalhos encenados na linguagem do clown são:
Spirulina em Spathodea, direção de Naomi Silman (Lume); teve cena premiada em 2º lugar no FesteCem de Mogi das Cruzes em 2007);
Blanche&Spirulina em Casamento em Branco, criação de Rhena de Faria e direção da dupla;
Blanche&Spirulina em Para Todas as Quedas, criação de Rhena de Faria e direção da dupla, premiado no Festival CurtaTeatro de Sorocaba, em 2002;
Blanche&Spirulina em Final do Terceiro Ato, roteiro de Rhena de Faria e direção da dupla.

Fonte: http://www.overmundo.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: