Archive for the Textos e Poesias Category

Blogs bacanas para fuçar!

Posted in Arte Educação, Arte Urbana, Baratinhos..., Bares, Cinema, Contação de Histórias, Dança, Debate, Educação, Festas, Grátis, Links, Sites e Blogs, Literatura, Luta por outro mundo!, Música, Na rua!, Oficinas, Sarau, Textos e Poesias with tags , , , , , , , , on junho 25, 2011 by Cá Oliveira

http://sarauvilafundao.blogspot.com/

http://afrosambas.blogspot.com/

http://agenciasolanotrindade.blogspot.com/

http://artenaperiferia.blogspot.com/

http://contosdebairro.blogspot.com/

http://saraudeparaisopolis.blogspot.com/

http://poesiamaloqueirista.blogspot.com/

Anúncios

Sarau do Binho!

Posted in Baratinhos..., Bares, Literatura, Sarau, Textos e Poesias with tags , , , , on junho 25, 2011 by Cá Oliveira

Link para o blog do Sarau do Binho que ocorre todas às segundas-feiras no  Bar do Binho que fica na Rua Avelino Lemos Jr, 60 no Campo Limpo.

O bar é bem gostoso, tem um pastéis de muitos sabores diferentes e super recheados! Só fui uma vez ao Sarau e adorei!

http://saraudobinho.blogspot.com/

Programação de fevereiro Teatro da Vila

Posted in Grátis, Música, Textos e Poesias on fevereiro 9, 2011 by Cá Oliveira

Muitos laços e abraços em 2011!

Posted in Textos e Poesias on dezembro 31, 2010 by Cá Oliveira

Meus queridos e queridas,

Depois de um tempo sem postar nada com a correria do fim do ano, fica aqui um belo poema do Quintana (que conheci através de um tio avô que é uma pessoa muito especial), como despedida de 2010. Só voltamos entre o fim de janeiro, começo de fevereiro.

Um lindo 2011 para tod@s com muita cultura, muita arte, música boa, amor, paz, carinho, conquistas, risadas, muito olhar para nós mesmos e para os outros e com muitos laços e abraços!

Que as lutas por um mundo melhor e menos injusto tenham muita força e conquistas em 2011!

Com carinho e até o próximo ano,

 

 

O Laço e o Abraço

Mário Quintana

 

Meu Deus! Como é engraçado!

Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço… uma fita dando voltas.

Enrosca-se, mas não se embola, vira, revira, circula e pronto: está dado o laço.

É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço.

É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo, no vestido, em qualquer coisa onde o faço.

E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando… devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço.

Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.

E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.

Ah! Então, é assim o amor, a amizade.

Tudo que é sentimento.

Como um pedaço de fita.

Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora, deixando livre as duas bandas do laço.

Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.

E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços.

E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.

Então o amor e a amizade são isso…

Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.

Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!

Arte de Amar – Manuel Bandeira

Posted in Textos e Poesias on março 30, 2010 by Cá Oliveira


Arte de amar

Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus — ou fora do mundo.
As almas são incomunicáveis.

Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.

Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

Sarau de Ontem!

Posted in Bares, Grátis, Literatura, Música, Textos e Poesias on março 20, 2010 by Cá Oliveira

Sarau sábado – especial Plínio Marcos

Posted in Grátis, Literatura, Textos e Poesias on março 16, 2010 by Cá Oliveira